Sexta, 12 de Agosto de 2022
26°

Poucas nuvens

Vitória - ES

Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão de Turismo debate a legalização dos jogos de azar

Depositphotos Proposta que legaliza jogos de azar já foi aprovado pela Câmara A Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados debate, nesta quarta-...

24/06/2022 às 15h30
Por: Agora ES Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Proposta que legaliza jogos de azar já foi aprovado pela Câmara - (Foto: Depositphotos)
Proposta que legaliza jogos de azar já foi aprovado pela Câmara - (Foto: Depositphotos)

A Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados debate, nesta quarta-feira (29), a legalização dos jogos de azar. O debate foi solicitado pelo deputado Newton Cardoso Jr (MDB-MG).  O parlamentar  lembra que o projeto de lei 442/91, que prevê a legalização de todas as modalidades de jogos, como cassinos, bingos, online e jogo do bicho, foi aprovado na Câmara e aguarda apreciação pelo Senado Federal.

"O debate acerca do tema mostra-se oportuno e de interesse nacional, pois a legalização dos jogos de azar revela-se um caminho promissor para a recuperação da economia, sobretudo, pela geração de empregos e de divisas para o País", afirma.

Newton Cardoso Jr acrescenta que Luiz Carlos Prestes, um dos maiores apoiadores da legalização dos jogos no Brasil, está lançando o livro “Brasil, Você tá Duro Porque Quer”, que reúne uma coletânea de entrevistas que realizou em 2021 com diversas personalidades ligadas ao setor de jogos no País.

"O livro conta com 31 entrevistas realizadas com políticos, empresários, advogados e artistas sobre o jogo enquanto atividade lúdica e negócio capaz de gerar centenas de milhares de empregos formais e bilhões de reais em impostos", explica.

Foram convidados:
- o secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira; - o autor do livro "Brasil, você tá duro porque quer", Luiz Carlos Prestes Filho; e,
- o advogado Luiz Felipe Maia.

O debate será realizado às 14 horas, no plenário 5.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários