Domingo, 24 de Outubro de 2021
22°

Alguma nebulosidade

Vitória - ES

Cidades Educação

Educação, esporte e boa vontade: conheça a história de um professor que faz a diferença

Roberto Carlos Gomes é professor de Educação Física e traz para suas aulas motivação, alegria e amor

25/09/2021 às 08h13 Atualizada em 25/09/2021 às 19h32
Por: Agora ES
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Por Lívia Albernaz

Roberto Carlos Gomes é professor de Educação Física e leciona nas turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA) de Cariacica. O professor, que trabalha com crianças, jovens e adultos, se destaca ao tentar entender as perspectivas e sonhos de seus alunos e leva para as aulas suas ideias e o desejo em ajudar, mostrando que um professor é mais do que um educador: é um professor para a vida!

Roberto, que começou a lecionar em Baixo Guandu, interior do Estado, e, agora, está em Cariacica, percebeu que suas aulas tinham de ser motivadoras e que deveriam agregar... Ele queria somar e ajudar seus alunos tanto do ensino regular como da EJA. “Quando passei a ouvir as expectativas dos alunos, notei que eles se interessavam mais por atividades relacionadas à recreação. Então, resolvi incorporar ao planejamento adaptações de brincadeiras, que podiam aproveitar material reciclado em minhas aulas e procurei sempre inovar.”

As aulas de Educação Física com Roberto são planejadas com muito carinho e contam com brincadeiras que envolvem a ludicidade, em forma de competição, para que os alunos possam aprender a perder e ganhar. Com as atividades, os alunos descobrem seus limites e testam sua força de vontade. "Assim, com esse método, o aluno adquire o gosto pela atividade física e pelo esporte com ensinamentos úteis para a vida", garante o professor.

Foto: Divulgação

Roberto leciona para diversas faixas etárias, a partir dos 07 anos e, muitos de seus alunos, possuem mais de 60 anos. “Ensinar adultos exige cuidados. Por não se tratar de alunos com faixa etária escolar padrão, precisamos ter em mente atividades que se encaixam bem para a EJA. As atividades recreativas da EJA nem sempre são adequadas para crianças e adolescentes e tento sempre me adaptar de forma a atender as duas demandas.”

E todo seu esforço é reconhecido. “Meu feedback é a alegria emanada dos alunos. Sempre que demoro a chegar em sala de aula, ou tem alguma outra avaliação que impede a aula, os alunos cobram minha presença. É recompensador.”

Roberto dá a dica para o professor que quer fazer a diferença com seus alunos. “Para fazer a diferença, o professor deve ter a sensibilidade daquilo que o aluno precisa ouvir para ganhar a atenção. Uma aula planejada e bem dada é aquela que transfere informações de forma dinâmica, lúdica e com interação dos alunos. Valorizar as brincadeiras de rua é uma das opções para enriquecer as aulas de Educação Física escolar”, revela.

Foto: Divulgação

EJA em Cariacica

E, para quem ainda não concluiu seus estudos ou não teve acesso à escolarização, a Educação de Jovens e Adultos (EJA) é um caminho a ser seguido. As matrículas em Cariacica estão abertas e ainda há vagas disponíveis.

As vagas estão sendo ofertadas em 23 escolas de Ensino Fundamental (EMEFs): Arthur da Costa e Silva, João Pedro da Silva, Martim Lutero, Laurinda Pereira Nascimento, Maria Guilhermina de Castro, Terfina Rocha Ferreira, Ferdinando Santório, Maria Paiva, Nilton Gomes, Stélida Dias, Oliveira Castro, Joana Maria da Silva, Maria Augusta Tavares, São Jorge, Padre Anthonius Lute, Zaíra Manhães de Andrade, Valdici Alves Baier, Ângelo Zani, Deocleciano F. da Vitória, Luzbel Pretti, Renascer, Tancredo de Almeida Neves e Valdeci Cezário. Informações: (27) 3354-5750.

CONFIRA A EDIÇÃO 44 DO AGORA ES

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários