Segunda, 27 de Setembro de 2021
26°

Nuvens esparsas

Vitória - ES

Esportes Futebol

"Não vim para time de Série B, vim para o Vasco", diz Diniz em apresentação

A equipe de São Januário ocupa apenas a décima colocação da Série B do Brasileirão

13/09/2021 às 16h25
Por: Agora ES Fonte: FOLHAPRESS
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS)

O Vasco apresentou nesta segunda-feira (13) seu novo técnico para 2021: Fernando Diniz. Em sua primeira coletiva como comandante do Cruz-Maltino, o treinador exaltou o clube independentemente da situação atual. A equipe de São Januário ocupa apenas a décima colocação da Série B do Brasileirão.

"Não vim para um time de Série B, eu vim para o Vasco. O Vasco é um gigante do futebol brasileiro e mundial. Dentro e fora de campo. Sempre se posicionou do lado certo da história. Tem muitas coisas no Vasco que me interessam e me comovem. Estou muito feliz de estar aqui", resumiu.

Diniz atendeu aos jornalistas ao lado do presidente Jorge Salgado e do diretor-executivo Alexandre Pássaro, com quem trabalhou em 2019 e 2020, no São Paulo. O técnico já estreia na quinta (16), contra o CRB, e mesmo com pouco treino para implementar sua filosofia de jogo, bem diferente do trivial no futebol brasileiro, confia que dará resultados rapidamente.

"Esse trabalho é diário. Joguei futebol para aprender a ser técnico. Tenho foco grande no jogador, para que melhore como pessoa e como atleta. É a maneira que eu tenho de poder ajudar o clube e o torcedor. Todos nós dependemos do que o jogador vai fazer. Se os jogadores conseguirem se motivarem e aplicarem o que sabem, a gente vai se dar bem. Eu vejo que o time tem potencial. O torcedor tem todo direito de criticar. A gente tem que trabalhar e conseguir a vitórias, para que o torcedor se alegre. Agora, vamos todos cantar de coração, trabalhar de coração e jogar de coração. Para que a gente consiga trazer o Vasco para primeira divisão", declarou, citando versos do hino do clube.

Apesar da situação ruim do Vasco em 2021, Fernando Diniz mostrou empolgação em comandar a equipe. No Rio de Janeiro, ele teve passagem pelo Fluminense, onde deixou saudade em alguns torcedores mesmo com péssimos resultados.

"Para mim certamente é motivo de empolgação. Me senti desafiado, e tenho prazer de estar no Vasco. Um time grande, gigante. O feeling, o que senti no coração foi de rapidamente acertar, e poder me apresentar e dar treinamentos. Tem o tamanho do Vasco, minha relação com o Vasco e o elenco que foi montado. Um elenco de bastante qualidade para todos juntos buscarmos o acesso", afirmou.

Os resultados, inclusive, são imperativos em São Januário. Para voltar à primeira divisão, o Cruz-Maltino precisa se recuperar rapidamente. Apesar disso, Diniz evitou falar em números.

"Não gosto de me preocupar com número. Meu número é fazer de tudo para ganhar os próximos 3 pontos. Nós temos que nos empenhar com energia não no próximo jogo, mas no treinamento. A bola mestra do meu trabalho é sempre escalar os melhores. Faz parte da história do Vasco. Pelo que conheço do Pássaro, do presidente, não só eu vou ter liberdade, como os treinadores que passaram aqui tiveram liberdade para escalar quem quisesse", declarou, rasgando elogios ao elenco:

"Do elenco eu gosto muito. Um ou outro que trabalhei. Joguei contra e outros que quis levar e não consegui. Sobre modelo, tem coisas mais importantes. O fato de eu gostar de ser mais ofensivo não muda a necessidade de saber se defender", disse.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários