Sexta, 17 de Setembro de 2021
23°

Muitas nuvens

Vitória - ES

Brasil Espírito Santo

Gavião-pombo reabilitado volta à natureza

A ave estava em tratamento no Cetras do Iema, após ser atacada por um cachorro.

26/07/2021 às 17h10 Atualizada em 26/07/2021 às 17h17
Por: Redação Agora ES Fonte: Secom Espírito Santo
Compartilhe:
Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet

Um gavião-pombo-pequeno (Buteogallus lacernulatus), espécie ameaçada de extinção, teve uma nova chance na natureza. Após ser atacado por um cachorro e ficar debilitado, o gavião passou por um período de tratamento no Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres (Cetras), do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), em Cariacica, e foi solto no Parque da Fonte Grande, em Vitória.

O gavião-pombo chegou ao Cetras do Iema, que é operacionalizado pelo Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos (Ipram), há cerca de 15 dias. “O animal estava debilitado, apresentava dificuldades para se locomover e para comer. Após passar por uma bateria de exames, foi constatado que estava com uma fratura na fíbula direita”, explicou a médica-veterinária do Ipram, Thassiane Targino.

Durante a reabilitação, a ave foi constantemente avaliada por uma equipe multidisciplinar no Ipram, que analisou a capacidade de caçar, comer e voar. A perna direita se recuperou totalmente e, devido ao bom estado de saúde, o animal foi solto na última sexta-feira (23), na região do Parque da Fonte Grande, próximo à região onde foi encontrado.

Informações à Imprensa

Assessoria de Comunicação do Iema

Karolina Gazoni

(27) 3636-2591/ 99977-1012

karolina.bissoli@iema.es.gov.br/ comunicacao.iema@gmail.com

Instagram: @meioambientees

Facebook: Meio Ambiente ES

%fim-post%

Gavião-pombo reabilitado volta à natureza
Foto: Reprodução/Secom Espírito Santo
Gavião-pombo reabilitado volta à natureza
Foto: Reprodução/Secom Espírito Santo
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários