Sexta, 17 de Setembro de 2021
22°

Chuva fraca

Vitória - ES

Política COLUNA JK

Polarização na bancada federal

A eleição do novo coordenador da bancada federal capixaba, em Brasília, promete ser mais um embate entre o governador Renato Casagrande e o presidente Jair Bolsonaro

20/03/2021 às 15h41 Atualizada em 20/03/2021 às 15h49
Por: Redação Agora ES Fonte: Gleberson Nascimento
Compartilhe:
Fotos: Câmara Federal
Fotos: Câmara Federal

Por Gleberson Nascimento

A eleição do novo coordenador da bancada federal capixaba, em Brasília, no mês que vem, promete ser mais um embate entre o governador Renato Casagrande (PSB) e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). É que estão cotados para a disputa os deputados federais Josias da Vitória (Cidadania) e Evair de Melo (PP).

Enquanto o primeiro é mais ligado a Casagrande e disputaria a reeleição para os próximos dois anos, Evair ocupa hoje o cargo de vice-líder do governo na Câmara Federal, é aliado de primeira hora de Bolsonaro e representaria a mudança de gestão. Ambos têm boa relação com a bancada, que é formada por 10 deputados federais e três senadores.

Para a ala mais ligada ao Presidente, Evair tem como vantagem o trânsito com o governo federal para liberação de recursos e agenda direta com os ministros. Já Da Vitória é afinado com o Palácio Anchieta e garantiria continuidade e experiência à frente do cargo.

Procurados, Evair não confirmou nem descartou a possibilidade. Declarou que “o governo estadual perdeu a conexão com Brasília e que tem atuado como vice-líder para abrir portas para o Estado, mas longe do governador”. Já Da Vitória, procurado por meio da assessoria, não retornou aos contatos.

 

Divisão do bolo

A bancada garantiu R$ 240 milhões em recursos para o Espírito Santo no Orçamento a ser votado pela Câmara Federal. Há recursos para o Contorno de Vitória/Mestre Álvaro; para BR-447, que liga a BR-262 ao Porto de Capuaba, em Vila Velha; e para o Dnit (uso em projetos e obras na BR-259 e manutenção de vias). O restante vai para hospitais e Ifes.

Sorriso até a orelha

O prefeito da Serra, Sergio Vidigal (PDT), é só elogios ao governador Renato Casagrande (PSB). Na solenidade que marcou o reinício das obras do Contorno de Jacaraípe, o pedetista, que é médico, lembrou que é ruim de Matemática, mas surpreendeu com o cálculo: “o Estado tem R$ 400 milhões investidos em obras no município”.

Menos, Batista, menos...

O presidente da Associação dos Empresários da Serra (Ases), Cícero Moro, também presente, agradeceu pela obra, mas fez uma ressalva: “há muitas reclamações da falta de segurança e ausência do turismo na região. Jacaraípe não tem hotel incluído no Booking.com, plataforma onde os usuários podem fazer reservas”.

Anote aí!

O governador Renato Casagrande (PSB) anunciou para os próximos dias o início das obras no Viaduto de Carapina. “Vamos colocar uma pista e uma ciclovia a mais de cada lado. Começaremos pelas pistas do antigo aeroporto porque o viaduto depende de licenciamento ambiental”, justificou.

Rapidinhas

Givaldo Vieira / Reprodução Instagram

Saldo negativo - No perde e ganha das articulações para comandar as comissões no Congresso, os capixabas levaram a pior: o deputado federal Helder Salomão (PT) ficou sem a Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) e o senador Fabiano Contarato (Rede) perdeu a de Meio Ambiente.

Sem quarentena - O prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini (Republicanos), que é simpático ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), manteve 70% dos servidores no batente (30% vão fazer home office, com prioridade para os mais de 60 anos e com comorbidades), furando a quarentena.

De mudança - O diretor-geral do Detran, o ex-deputado federal e ex-vice-governador Givaldo Vieira, que pulou do PT para o PCdoB, já está de malas prontas para um novo partido: o PSB da Serra. Deverá concorrer a uma vaga à Câmara Federal pelo partido do governador Renato Casagrande.

Homenagem - O deputado federal Neucimar Fraga (PSD) protocolou projeto para denominar Rodovia Senador Gerson Camata o trecho da BR-101 que corta o Espírito Santo. Hoje é conhecida como Mario Covas, o nome de um paulista.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários